sábado, 31 de março de 2018

Além do peso

Sempre que venho escrever e verbalizar um pouco das minhas ansiedades por aqui, significa que estou por uma fase e um momento horrível, me impressiona a força que tenho até mesmo para poder digitar algumas palavras livres neste blog, livres da felicidade, livres da satisfação ou de boas notícias. Inclusive, peço perdão antes mesmo de começar a escrever, aqui, você não encontrará palavras de conforto ou estima.

Um título de "Além do peso" pode significar inúmeras coisas, é mais ou menos o que queria contar, minhas dores vão além do peso, eu provavelmente estou além do peso em quilos desejado, além do peso de ser insignificante, além do peso na consciência de que eu pretendo não mais existir em alguns anos.

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Depressão e distúrbios alimentares

Quem tem Ana ou Mia quase sempre está acompanhado da famosa depressão. Sempre que me sentia triste não pensava em depressão, achava que era apenas uma tristeza momentânea, e é engraçado, antes de perder peso e ser uma pessoa considerada magra eu tinha uma autoestima mais alta e acho que existiam momentos onde eu gostava de mim.

Já nos dias presentes eu percebi que a Ana e a Mia andam comigo, existem, mas a depressão é mais forte, na verdade, ela é tão presente que uma simples ação que eu tenha que exercer me faz pensar infinitas coisas e motivos pelos quais eu não deveria fazer ou existe alguém que pode fazer isso, mais ou melhor que eu.

domingo, 15 de outubro de 2017

A realidade de ser nada

Fazem meses, muitos meses desde a última vez que postei alguma coisa por aqui, e para aqueles que acreditavam que era o fim, estão enganados, acho que como já comentei, viver doente, seja com Ana, Mia ou Depressão é para vida toda. Hoje eu decidi abrir um pouco do meu coração como válvula de escape de toda a tristeza que vive em mim, durante todos este tempo/anos.

Eu, Benjamin deveria estar vivendo a minha melhor idade, feliz, com muitos amigos, tendo experiências novas, conhecendo pessoas, lugares, cheiros, sensações, no entanto, não é minha realidade. Talvez hoje eu mude um pouco o foco da conversa de Ana/Mia para a Depressão, para chegar aqui e dizer com todas as palavras que eu sou feio, por dentro e por fora. Só para que fiquem cientes, a Ana/Mia não me deixaram, mas hoje elas são tão minhas amigas que o foco das minhas preocupações já estão em outro patamar.

domingo, 27 de novembro de 2016

Perder peso nunca é o bastante


Primeiro eu queria dizer que eu fico muito tempo sem postar aqui por questão de preguiça, peço desculpa caso não tenha respondido comentários, mas fico grato pelo tempo que vocês gastam aqui, e que também não tenho nenhuma rede social, então, o Garoto AnaMia, ou o Benji deste blog é invisível, ele não existe fora daqui, é um pouco sobre o que vou falar hoje, invisibilidade.

Assim como o título, muitos de vocês já devem saber a dificuldade que é ser magro, mas no final tudo parece ser compensado por ver números a menos na balança. Voltei aqui, depois de muito tempo pra falar primeiramente que não morri, aliás, nos dias de hoje isso se passa pela minha cabeça como um "Quem me dera", acreditem ou não, pena eu ser tão egoísta a ponto de não conseguir cometer suicídio.

quarta-feira, 4 de maio de 2016

02:00 AM, o espelho e uma meta


Eu costumo aceitar as opiniões de que eu esteja magro e que preciso até mesmo ganhar peso, e até que estava vivendo consideravelmente menos preocupado com esse fator, mas hoje foi diferente. 

Menos de 30 minutos atrás estava observando meu corpo no espelho, levantando a camiseta, apertando as peles, me virando em diferentes ângulos, tentando não aceitar que mais uma vez eu estou gordo, acima do peso, grande, ou que simplesmente parece que estou como antes, quando tinha 34kg a mais que hoje.